Abordagem metodológica da investigação

Pretende-se descrever o conjunto de operações que responderão à questão de investigação. Como metodologia, o estudo passa pelo método de ‘investigação – acção’ porque existe um envolvimento cooperativo, com o CEVUG (Centro de Ensinos Virtuais da Universidade de Granada), para a obtenção de informação que permitir-me-á adoptar novas práticas na integração de medias sociais, nas estratégias de comunicação da instituição.

 

A abordagem metodológica estará organizada por um modelo de análise (conceitos, dimensões, componentes e indicadores) e consequentes hipóteses, como também por uma revisão bibliográfica, estudos comparativos e entrevistas.

 

Modelo de análise: figura com conceitos, dimensões, componentes e indicadores.

 

Como auxiliar principal do estudo é necessário fazer uma Revisão de Literatura. È uma análise sucinta que destaca os elementos relevantes do problema da investigação. Estão subjacentes quatro temas: ‘media sociais’, ‘comunicação institucional’, ‘unidades de investigação’ e um último que correlaciona os três temas, ‘Os media sociais como comunicação institucional das unidades de investigação’.

 

Depois será feito um Estudo Comparativo para analisar e comparar estratégias de comunicação institucional em diferentes unidades de investigação. Criar um guião de observação, instrumento de recolha de dados, permitirá apontar características a observar em função dos indicadores do modelo de análise. (Quivy & Campenhoudt, 2008, p. 164).

 

De forma a validar a Revisão de Literatura e Estudo Comparativo será aplicado um guião de entrevista para que suscite uma abertura a informação imprevisível. É importante identificar o perfil dos membros da colectividade, como também analisar hábitos e motivações de comportamento.     

 

Na análise e tratamento de dados optarei por um método quantitativo e qualitativo para analisar aspectos e realidades diferentes, permitindo assim uma melhor compreensão dos fenómenos. No quantitativo recorrerei a softwares como o SPSS e Excel e no qualitativo ao NVivo 9.

 

Referência Bibliográfica:

Quivy, R., & Capenhoudt, L.V. (2008). Manual de Investigação em Ciências Sociais (5ª edição). Lisboa: Gradiva

 

 

 

 

p-santosgil às 20:33 | link do post | comentar